Compartilhar share

Mutirão de obras para Hospital de Campanha em Itajaí inicia nesta segunda-feira (13)

Publicado em 10/04/2020 às 09:13 - Atualizado em 10/04/2020 às 10:28


Créditos: Flávio Jr./ Ascom DCSC Baixar Imagem

O mutirão de obras para construção do primeiro hospital de campanha para atender pacientes com COVID-19 em Santa Catarina, começa nesta segunda-feira (13), no pavilhão do Centreventos, em Itajaí. O local contará com 100 leitos de UTI para atender a região da Foz do Rio Itajaí e tem previsão de iniciar os atendimentos em 30 dias. O valor de aproximadamente R$76 milhões para a montagem do hospital será custeado pelo Governo do Estado e equivale a seis meses de serviço.

O chefe da Defesa Civil de Santa Catarina, João Batista Cordeiro Júnior, reuniu-se na noite desta quinta-feira (9) com os prefeitos e secretários de saúde da região da AMFRI para dar mais detalhes sobre o Hospital de Campanha e com a proposta de conseguir auxílio financeiro dos municípios em relação aos leitos clínicos (ou de retaguarda) para compor a estrutura regional. Os prefeitos deram sinal positivo em relação aos leitos clínicos e assumiram o compromisso de viabilizar a situação.

“Para cada leito de UTI, nós precisamos ter, em média, três leitos clínicos. Ou se tem dentro dos hospitais que nós temos em toda a região ou até mesmo os que poderemos abrir dentro do Centreventos e que podem ficar em nossa disponibilidade”, explica o Prefeito de Itajaí, Volnei Morastoni, ressaltando ainda que o principal objetivo é atender toda a demanda que possa ter futuramente na região.

O chefe de defesa civil ainda deu mais detalhes do estudo feito pela equipe da Defesa Civil do Estado até alcançar o modelo da estrutura do hospital de campanha. “Esses 100 leitos é para funcionar durante seis meses e o contrato pode ser prorrogado ou diminuído, caso haja necessidade. O hospital de campanha está com tudo incluso, os leitos, equipamentos, insumos, profissionais e estrutura física”. João ainda ressalta que todos os equipamentos adquiridos, ao final do contrato, serão patrimônio do Estado e distribuídos nos hospitais de Santa Catarina.

A Deputada Estadual Ana Paula da Silva, Paulinha, e o Deputado Estadual Onir Mocellin também estiveram presentes na reunião. Paulinha explica alguns pontos que o Estado levou em consideração para a escolha de alocar o primeiro Hospital de Campanha de Santa Catarina na região da AMFRI e a decisão de escolher o Centreventos Itajaí.

“A fragilidade em que a nossa região está exposta, de potencial turístico, fluxo de pessoas, portos e aeroportos, esse movimento de pessoas e cargas deixa a nossa região muito mais exposta à doença. A escolha do Centreventos de Itajaí se deu pela proximidade com o Hospital Marieta e com a estrutura física pronta para receber a instalação dos 100 leitos”.

Paulinha ainda destaca o protagonismo dos prefeitos da AMFRI que desde o primeiro momento buscaram alternativas e propuseram soluções ao governo do Estado. As ações foram determinantes para a importante decisão do governo estadual. “Fez toda a diferença a união dos prefeitos. A AMFRI tem um histórico de união e força coletiva. Essa razão nos impulsionou a tomar essa decisão”, finaliza.

O deputado Onir, que agora integra o Grupo de Ações Coordenadas (GRAC) do Governo do Estado, se colocou a disposição para auxiliar os municípios em todas as demandas que possam surgir.

 

Texto e fotos: Lyandra Machado Batista - Assessoria em Comunicação da AMFRI

facebook.com/amfri.org - imprensa@amfri.org.br - Whats AMFRI (47) 99915-1746 - instagram.com/amfrioficial


Galeria Multimídia

{{grupo.nome}}
  • {{grupo.items.length - 12}}
    {{item.codGaleriaMultimidiaItem}}
Fechar

Galeria de Audios

publish